Associação Catarinense de Preservação da Natureza
Blumenau, 05 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS

Especialistas desaconselham tratar aquecimento como desastre

.: 05 / Abr / 2007

 

Um relatório a ser divulgado na sexta-feira (06) pela ONU deve provocar manchetes referindo-se ao aquecimento global como "catástrofe", "desastre" ou "cataclismo", mas isso pode acabar sendo prejudicial, já que passa ao público a impressão de que o problema é grande demais para ser tratado, na opinião de alguns especialistas.

O relatório dos climatologistas reunidos em Bruxelas, focado nos impactos regionais do aquecimento, deve alertar para mais fome na África, aumento do nível dos mares, extinção de espécies e degelo dos glaciais do Himalaia.

Mas o Painel Intergovernamental da ONU sobre Mudança Climática, que reúne 2.500 cientistas, não tenta resumir a situação em uma só palavra - ao contrário do que fazem políticos e jornalistas, que gostam de termos como "crise", "aterrador" e "apocalipse".

"Estou um pouco preocupado de que a mídia, tendo contribuído para produzir todo dia uma manchete apocalíptica, vá então em seis semanas declarar uma histeria e seguir adiante", disse Achim Steiner, diretor do Programa Ambiental da ONU.

Ele ressaltou, porém, que está correto usar o termo como "catástrofe" para descrever efeitos como o aumento dos mares, que nos próximos séculos podem tragar cidades como Xangai ou o Rio de Janeiro, além de países inteiros no Pacífico.

"É legítimo usar essas palavras em cenários específicos, mas isso significa que todo o debate sobre mudança climática deve ser a respeito de maldição e trevas? Não, porque estamos descobrindo que podemos fazer algo a respeito."

Mike Hulme, diretor do centro de pesquisas britânico Tyndall, criticou a imprensa do seu país por ter usado adjetivos como "chocante", "aterrador" e "devastador" para se referir às conclusões do primeiro relatório climático da ONU, em fevereiro.

"Esses apelos muitas vezes levam à negação, à paralisia, à apatia e até a um comportamento reativo perverso", escreveu ele em carta à revista Nature, na qual diz que a imprensa dos EUA foi mais comedida.

"Ativistas, imprensa e alguns cientistas parecem estar apelando ao medo para gerar uma sensação de urgência. Se querem engajar o público em reagir à mudança climática, isso é na melhor das hipóteses não confiável e na pior delas é contraproducente", afirmou.

Os céticos também se aproveitam disso. Em 2003, o senador republicano dos EUA James Inhofe disse que a ameaça de "um aquecimento global catastrófico (foi) o maior boato já perpetrado contra o público norte-americano".


Fonte: Reuters/ Estadão Online


OUTRAS NOTÍCIAS

» Ver todas as noticias de Abril/2016
» Ver todas as noticias de Junho/2015
» Ver todas as noticias de Abril/2015
» Ver todas as noticias de Março/2015
» Ver todas as noticias de Janeiro/2015
» Ver todas as noticias de Outubro/2014
» Ver todas as noticias de Julho/2014
» Ver todas as noticias de Junho/2014
» Ver todas as noticias de Maio/2014
» Ver todas as noticias de Abril/2014
» Ver todas as noticias de Março/2014
» Ver todas as noticias de Fevereiro/2014
» Ver todas as noticias de Dezembro/2013
» Ver todas as noticias de Novembro/2013
» Ver todas as noticias de Setembro/2013
» Ver todas as noticias de Agosto/2013
» Ver todas as noticias de Julho/2013
» Ver todas as noticias de Junho/2013
» Ver todas as noticias de Maio/2013
» Ver todas as noticias de Abril/2013
» Ver todas as noticias de Abril/2012
» Ver todas as noticias de Fevereiro/2012
» Ver todas as noticias de Janeiro/2012
» Ver todas as noticias de Junho/2011
» Ver todas as noticias de Maio/2011
» Ver todas as noticias de Abril/2011
» Ver todas as noticias de Março/2011
» Ver todas as noticias de Fevereiro/2011
» Ver todas as noticias de Janeiro/2011
» Ver todas as noticias de Dezembro/2010
» Ver todas as noticias de Novembro/2010
» Ver todas as noticias de Outubro/2010
» Ver todas as noticias de Setembro/2010
» Ver todas as noticias de Agosto/2010
» Ver todas as noticias de Julho/2010
» Ver todas as noticias de Junho/2010
» Ver todas as noticias de Maio/2010
» Ver todas as noticias de Abril/2010
» Ver todas as noticias de Março/2010
» Ver todas as noticias de Fevereiro/2010
» Ver todas as noticias de Janeiro/2010
» Ver todas as noticias de Dezembro/2009
» Ver todas as noticias de Novembro/2009
» Ver todas as noticias de Outubro/2009
» Ver todas as noticias de Setembro/2009
» Ver todas as noticias de Agosto/2009
» Ver todas as noticias de Julho/2009
» Ver todas as noticias de Junho/2009
» Ver todas as noticias de Maio/2009
» Ver todas as noticias de Abril/2009
» Ver todas as noticias de Março/2009
» Ver todas as noticias de Fevereiro/2009
» Ver todas as noticias de Janeiro/2009
» Ver todas as noticias de Dezembro/2008
» Ver todas as noticias de Novembro/2008
» Ver todas as noticias de Outubro/2008
» Ver todas as noticias de Setembro/2008
» Ver todas as noticias de Agosto/2008
» Ver todas as noticias de Julho/2008
» Ver todas as noticias de Junho/2008
» Ver todas as noticias de Maio/2008
» Ver todas as noticias de Abril/2008
» Ver todas as noticias de Março/2008
» Ver todas as noticias de Fevereiro/2008
» Ver todas as noticias de Janeiro/2008
» Ver todas as noticias de Dezembro/2007
» Ver todas as noticias de Novembro/2007
» Ver todas as noticias de Outubro/2007
» Ver todas as noticias de Setembro/2007
» Ver todas as noticias de Agosto/2007
» Ver todas as noticias de Julho/2007
» Ver todas as noticias de Junho/2007
» Ver todas as noticias de Maio/2007
» Ver todas as noticias de Abril/2007
» Ver todas as noticias de Março/2007
» Ver todas as noticias de Fevereiro/2007
» Ver todas as noticias de Janeiro/2007
....................................................................................................................................................
Acaprena - Associação Catarinense de Preservação da Natureza
Rua Antônio da Veiga, 140 - Sala D107 - Victor Konder - Blumenau - SC
Fone: (47) 3321-0434 - E-mail: contato@acaprena.org.br

....................................................................................................................................................